Reigi Saho 礼儀作法

reigisaho alemdotatame - Reigi Saho 礼儀作法

“Não se esqueça que o Karatê começa e termina com Rei.” 

Gishin Funakoshi 

 

Reigi Saho (礼儀作法) normalmente traduzido como “forma de conduta”, ou “etiqueta”. Trata-se da forma de se portar dentro de um dojo, o que muitas vezes parece estranho aos ocidentais, pois os orientais possuem grande disciplina e polidez na forma de realizar cada mínimo gesto do seu dia-a-dia. Dentro de um dojo de artes marciais não é diferente, desde a forma de se entrar até a forma de se comportar dentro desse espaço o praticante é orientado pelo sensei e/ou seu senpai, são ensinados sobre os gestos, os cumprimentos, a hierarquia, pois a etiqueta e a boa educação fazem parte do que é ser um bom Budoka.

 

A conduta do karateka

Dentro de um dojo tradicional os alunos mais novos são chamados de kouhai, e os alunos faixas pretas, os quais são instrutores e ajudam o sensei com as aulas e com os alunos mais novos, são chamados de senpai. Essa é a ordem hierárquica que existe dentro de um dojo, todos são responsáveis pela organização dentro desse espaço, um ajudando o outro, os senpai contribuem para a orientação dos kouhai, pois são eles que, em conjunto com o sensei ensinam os kouhai como funciona o dojo.

Ao adentrar um dojo, o praticante deve sempre pedir a permissão para entrar ali, nesse momento o praticante levanta sua mão direita diz shitsureishimasu e se curva em reverência a autoridade do sensei, esperando a permissão para entrar no dojo ou aguardar as orientações. Após ter a permissão de entrar no dojo concedida o kouhai assume a posição de seiza (sentado de joelhos), então vira as pontas dos seu chinelos para fora, se vira para a área de treinamento e faz mais uma reverência o Zarei (cumprimento em seiza) e diz onegaishimasu (por favor, no sentido de pedir permissão oficial para adentrar a área de treinamento) ou oss, antes de se iniciar o treino este praticante deve então cumprimentar a todos que estão no dojo seguindo a hierarquia determinada ali. Do mais graduados aos menos graduados todos, após o comando do sensei devem se posicionar de frente para a frente do dojo (Kamiza/Shomen) onde se localiza o kamidana e geralmente um foto do criador de seu estilo. Nesse momento o senpai mais graduado fica responsável por anunciar as referências iniciais e o mokuso (estado de concentração). Um dojo deve ser lembrado pelo comportamento de seus integrantes, pela forma educada a qual se comportam nas mais diversas situações.

A foto está em preto e branco e mostra uma parede com plaquinhas de madeira com nomes japoneses escritos com kanji, o ideograma japonês

 

Os termos em Nihongo

Ao entrar pela primeira vez em um dojo de Budo, seja karatê, judô, aikido, kendo etc. O praticante rapidamente percebe que praticamente tudo é falado em nihongo (língua japonesa), o que muitas vezes torna a prática ainda mais desafiadora, pois além de ter que se esforçar para aprender as técnicas marciais os praticantes devem também aprender algumas palavras em japonês também. Devem aprender a pronúncia e o momento certo em que devem ser pronunciada, nesse ponto tanto o sensei quanto os senpai devem ajudar os kouhai a compreenderem cada uma dessas palavras, contribuindo para o seu crescimento e aprendizado.

 

Os cumprimentos

Existem alguns cumprimentos que rotineiramente são anunciados dentro de um dojo, que são:

Sensei ni rei – cumprimento ao sensei.
Shomen ni rei – cumprimento a frente (kamiza) onde se localiza o kamidana, santuário de origem xintoísta em reverência/agradecimento aos criadores da arte marcial.
Senpai ni rei – cumprimento ao aluno mais graduado que, na falta do sensei assume a responsabilidade de ministrar a aula.
Otagai ni rei – cumprimento mútuo, onde todos se saúdam.
Ritsu rei – cumprimento em pé, geralmente executado na base musubi-dachi (pés unidos pelos calcanhares, com as pontas afastadas em forma de “V”)
Zarei – cumprimento em seiza (sentado de joelhos).

O papel do sensei

A foto mostra o significado de Sensei, tem os kanjis - ideogramas japoneses. Sen significa anterior, antes e Sei nascimento, vida.

Literalmente aquele que viveu antes. Trata-se da pessoa que durante sua vida acumulou mais conhecimento sobre sua área de domínio tornando-o um sensei. No Japão vemos essa palavra sendo direcionada a professores, médicos e doutores. Dentro de um dojo, o sensei é a figura máxima dentro da hierarquia marcial, ele é o responsável por transmitir os conhecimentos adquiridos em anos de prática as novas gerações de praticantes.

 

O papel do senpai

A foto mostra o significado de Senpai, tem os kanjis - ideogramas japoneses. Sen significa anterior, antes e Pai significa companheiro.

Literalmente significa companheiro que veio na frente.

Os Senpai são os alunos mais velhos que estão no dojo a mais tempo, são ou pelo menos devem ser o braço direito do sensei, ajudando-o na organização dojo, na orientação dos alunos mais novos (kouhai) e na manutenção das tradições ensinadas.

 

O papel do kouhai

A foto mostra o significado de Kouhai, tem os kanjis - ideogramas japoneses. Kou significa depois, posterior antes e Hai significa companheiro.

Literalmente significa companheiro que veio depois.

Os kouhai são os alunos mais novos que entram no dojo os iniciantes. Cabe a eles o respeito por quem lhe ensina a arte marcial, a dedicação, o esforço em aprender as técnicas e a filosofia da arte marcial a qual decidiu seguir.

Por isso entramos em um ponto crucial, que é a relação entre senpai e kouhai. Dentro de um dojo deve haver harmonia no convívio entre essas duas classes de alunos, um deve contribuir para o crescimento do outro.

 

O reigi saho serve de base para o convívio e comportamento dos praticantes, pois estes devem acima de tudo prezar pela boa educação e pelo comprometimento em levar as tradições do dojo e da arte marcial para frente, mas tudo depende do treino e do esforço por isso se esforcem para manter vivo esses costumes.

 

Referências:
Dojo Guerreiros da Montanha
Ishindo