Os 5 princípios do Budo – Mushin

mushin alemdotatame - Os 5 princípios do Budo - Mushin

No kanji, Mu é nada, nenhum, nulo, vazio e Shin significa coração, mente, espírito. No Budismo, é o estado em que uma pessoa está livre de todos os pensamentos mundanos. Por que esse conceito é importante e utilizado nas artes marciais? Porque treinar, aprimorar e dominar uma técnica exige o mushin, isto é, que o praticante esteja “vazio” para aprender a arte e que esta se torne parte dele. Trata-se de uma tarefa árdua, pois envolve Kenosis, o esvaziar-se de si mesmo para receber o conhecimento. Obter uma mente vazia de ego e medos exige um dos lemas do Dojo Kun “Criar o intuito de esforço”.

O sensei Getulio Taigen, monge budista define o mushin de uma forma brilhante: “A meta é conseguir unificar corpo e mente a tal ponto que não exista nenhuma diferença entre pensar alguma coisa e colocá-la em prática. Esse estado mental é chamado de Mushin ou Munen e significa “sem mente”, a mente se torna vazia de conceitos de bom ou ruim, de suportável ou insuportável, de tal forma que não interfere nas ações do corpo. Apenas existe o trabalho a ser feito e o esforço de chegar a perfeição em qualquer ação”.

Quantos não desistem, seja do treino, dos estudos ou de outras coisas na vida, por estarem cheios de egos, de medos e crenças, fechados em sim mesmos? Mushin, no meu parecer, é um exercício de humildade e não se esforça ou se conquista nada sem humildade. Que o mushin possa ser a chave para que nos esforcemos em nossas metas.

Ganbarimashou minna-san!!!

Referência:
Munem Mushin
Monja Coen
Kohaido


*Este post foi escrito por Diego Kubota, formado em Biblioteconomia. É faixa roxa em karatê Shotokan. Gosta de livros e de HQ e curte um cinema junto de um bom cafézinho.